Quarta, 22 de Novembro de 2017

Campo Grande

Abandonada, Praça Ary Coelho está
em más condições e usuários reclamam

Chafariz está praticamente seco e com a iluminação danificada

15 ABR 2017Por TAINÁ JARA17h:40

As más condições da Praça Ary Coelho, na região central de Campo Grande, são reclamações recorrentes dos usuários. Principal atrativo do local, o chafariz está praticamente seco e com a iluminação danificada, além de ser ambiente favorável para proliferação do mosquito Aedes aegypti. A maior parte das cabines dos banheiros estão interditadas e não há nem mesmo pia para lavar as mãos.

A diarista Dilvane Cipriano, de 29 anos, aproveitou o feriado prolongado para levar os dois filhos e o sobrinho para passear no local, porém, se decepcionou. “Tenho fotos com as crianças aqui no chafariz de quando ele estava iluminado e tocava músicas. É triste ver um ponto turístico como este, no centro da cidade, ficar abandonado. Não sei por quê gasta dinheiro com reforma se é para deixar assim”, argumenta. 

Com condições precárias para uso, os banheiros praticamente não servem mais aos usuários. Das quatro cabines do banheiro feminino, três estão interditadas e a única que está em funcionamento não tem porta. Em nenhum dos banheiros há torneiras. “Não tem como nem dar descarga e o mau cheiro é intenso”, afirma a dona de casa  Fábia Duas, 53 anos.

Apesar de haver pessoas responsáveis pela limpeza do local, não há utensílios para a realização da manutenção. Tampa de lixo é utilizada como pá e o banheiro é limpo apenas com água. 

De acordo com a prefeitura, por imediato não há recursos para revitalização das praças. Todavia, a Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos fará levantamento da situação das praças e, a partir daí, definir um cronograma de reforma destes espaços.

 
  • Paulo Ribas / Correio do Estado
  • Paulo Ribas / Correio do Estado
  • Paulo Ribas / Correio do Estado
  • Paulo Ribas / Correio do Estado
  • Paulo Ribas / Correio do Estado
  • Paulo Ribas / Correio do Estado
  • Paulo Ribas / Correio do Estado
  • Paulo Ribas / Correio do Estado
  • Paulo Ribas / Correio do Estado

Leia Também