Sexta, 22 de Setembro de 2017

GUIA LOPES DA LAGUNA

Azambuja assina ordem de serviço para construção de ponte orçada em R$ 4,7 mi

Estrututa substituíra ponte que caiu em "efeito dominó" no ano passado

19 MAR 2017Por GLAUCEA VACCARI17h:05

Ordem de serviço para reconstrução da ponte de concreto sobre o rio Santo Antônio, em Guia Lopes da Laguna, foi assinada hoje pelo governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), durante visita a cidade. Novo projeto foi orçado em R$ 4,7 milhões e deve começar na próxima semana, com conclusão em seis meses.

Estrutura vai substituir a ponte que caiu em efeito dominó, em janeiro do ano passado, depois de forte temporal na região.

Obra foi inicialmente orçada em R$ 4,4 milhões, mas segundo o secretário estadual de Infraestrutura, Marcelo Miglioli, projeto precisou ser refeito e os R$ 4,7 milhões necessários para a obra já estão em caixa. 

“Tivemos que mudar o traçado da rodovia, para construir a ponte em outro local, e essa obra tão esperada pela população dessa região nos exigiu muito estudos, o projeto foi refeito e vamos atropelar o seu cronograma, mantendo o alto padrão que o empreendimento requer”, disse Miglioli.

Depois de mais de um ano, resultado das investigações e perícias sobre a ponte que desabou ainda não foram concluídas pelo Poder Judiciário e, por conta disso, nova estrutura será construída ao lado dos escombros da antiga, que ainda está obstruindo o rio.

Empreiteira Prudentesca Sociedade de Engenharia e Construções Ltda. venceu o processo licitatório e será a responsável pela construção da estrutura. Segundo o governador, foi feito pedido para que empresa acelere a obra, para concluí-la antes do prazo de seis meses.

Nova ponte, ao contrário da anterior, que tinha espaço para passagem de apenas de um veículo e media cerca de 60 metros, terá 120 metros de largura, sendo duas pistas e uma passarela, e 80 metros de extensão, para atender a população e produtores rurais que precisam da ligação para o escoamento da produção de grãos e bois pela rodovia MS-382, que será pavimentada.

Além do lançamento da obra, governador entregou outras duas pontes de concreto em estradas vicinais do município, sendo uma de 60 metros também sobre o rio Santo Antônio e uma de 30 metros sobre o Córrego Desbarrancado, em substituição a estrutura levada pelas chuvas há dez anos, totalizando investimentos de R$ 2,3 milhões.

PONTE

Apesar de ter caído durante o período de chuvas, laudos apontaram que o motivo da queda não estava ligado a causas naturais. A necessidade de auditoria para encontrar o real motivo do problema foi  uma das justificativas do governo do estado para não iniciar o conserto da ponte imediatamente.

No momento do desmoronamento, a Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul) fazia o reparo na cabeceira da conexão, onde aconteceu um deslizamento de terra e como se fosse um efeito dominó, derrubou todo o restante da estrutura.

Este tipo de reparo é feito quando a intensidade da chuva é muita e coloca em risco a integridade das pessoas que passam pelo local, mas desta vez a água acumulada no começo da ponte, aliada a uma possível imperícia, fez com que a estrutura inicial da ponte cedesse derrubando todas os restante da obra.

Leia Também