Terça, 27 de Setembro de 2016

MENOS ACIDENTES

Autoridades tentam melhorar trânsito
em região de 'tríplice fronteira'

Em Mundo Novo, preocupação é com motoristas internacionais e locais

19 SET 2016Por RODOLFO CÉSAR15h:16

A região de fronteira entre Mato Grosso do Sul, Paraguai e Paraná, onde fica a cidade de Mundo Novo, onde há tráfego de veículos de diferentes lugares, inclusive internacionais, promove diferentes atividades para conscientização na segurança do trânsito.

O município é ainda cortado pela rodovia BR-163, via que serve de caminho para quem segue para o Paraná.

As ações estão inseridas na Semana Nacional de Trânsito, criada pelo Conselho Nacional do setor (Contran). "Nós temos certeza que é possível mudar a realidade trágica do nosso trânsito, basta olhar para si mesmo e transformar pequenas atitudes no dia a dia erradicando comportamentos que levem a situações de risco", opinou o tenente Gessé Camargo Junior, comandante do Pelotão da Polícia Militar em Mundo Novo.

A cidade fica no ponto de encontro de divisa de estado e país. Com isso, diferentes motoristas passam pela região. Além disso, os veículos paraguaios são mais difíceis de fiscalizar porque os motoristas acabam seguindo regras de trânsito diferentes.

Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Departamento Municipal de Trânsito, Agência local do Detran e Conselho Comunitário de Segurança tentam mobilizar a população para se conscientizarem. Além disso, estão acontecendo palestras em escolas e panfletagem nas ruas.

“O intuito dessa comemoração é mudar a postura de toda a sociedade no esforço para a redução de acidentes”, disse tenente Gessé Camargo Junior. Não foi divulgado número de acidentes registrados na cidade neste ano. 

Leia Também