Quarta, 18 de Outubro de 2017

DESMATAMENTO

Assoreamento no encontro dos rios Santo Antônio e Miranda preocupa moradores

Fotos foram feitas em novembro, mas ainda repercute nas redes sociais

18 MAR 2017Por MARIANE CHIANEZI14h:41

Imagens nas redes sociais do assoreamento do Rio Santo Antônio e do Rio Miranda gerou grande repercussão e moradores estão preocupados com o futuro das nascentes.

Conforme o autor da publicação, que teve mais de 900 compartilhamentos, o assoreamento seria causado, supostamente, por lavoureiros que prejudicam as cabeceiras dos riachos.

“O assoreamento no encontro dos dois rios é visível, precisamos salvá-los enquanto há tempo, pois são dois grandes berçários de reprodução que alimentam o nosso grande Pantanal sul-mato-grossense”, comentou um trabalhador.

A intenção da publicação seria atingir o máximo de pessoas possíveis até que chegasse às mãos das autoridades. Publicado em novembro de 2016, a postagem no Facebook mostra o acúmulo de terra visível nos rios e em um registro feito recentemente, em fevereiro, mostra uma recuperação da área, mas ainda assoreado aos redores.

Ao Portal Correio do Estado, a Polícia Militar Ambiental (PMA) explicou que as lavouras da região próxima aos rios estão com licença ambiental em dia para as ações e que, em relação ao local, não havia recebido nenhuma solicitação de fiscalização.

A PMA informou que, caso a suspeita aos lavoureiros permaneça, os moradores devem entrar com pedido de investigação junto ao Ministério Público com urgência e, se confirmado irregularidades prejudiciais ao meio ambiente, poderá haver uma possível interdição dos trabalhos agrícolas.

(*) Envie sua sugestão de reportagem para nós pelo WhatsApp (67) 9 9971-4437.

 

 
  • Encontro dos rios, desta vez, fotografados em fevereiro, mas ainda com sinais de assoreamento
  • Encontro dos rios, desta vez, fotografados em fevereiro, mas ainda com sinais de assoreamento

Leia Também