Quinta, 23 de Novembro de 2017

DOURADOS

Adolescente de 15 anos que matou homem diz ter atirado em legítima defesa

Jair Pereira Amorim, de 52 anos, foi morto no dia 8 de outubro

18 OUT 2017Por BÁRBARA CAVALCANTI12h:07

Adolescente de 15 anos, que matou a tiros Jair Pereira Amorim, de 52 anos, alega ter agido em legítima defesa. O garoto se apresentou à polícia na tarde de ontem (17), na Delegacia de Atendimento à Infância, Juventude e Idoso (Daiji), em Dourados.

Conforme o site Dourados News, em seu depoimento, o adolescente alegou ter agido para se defender de Amorim, que o perseguia com um facão. Ele tinha sido expulso de um ponto de usuários de drogas no Bairro Dioclécio Artuzi III. Durante a perseguição, o garoto efetuou os disparos que atingiram a vítima na região do abdômen e da cabeça.  

Ele foi liberado e responderá ao ato infracional em liberdade. 

O CASO 

De acordo com o boletim de ocorrência, o garoto estava na companhia de outras duas pessoas fumando maconha no local. A vítima, que morava próxim, se sentiu incomodada e pegou o facão para expulsar o grupo. 

Ainda conforme o boletim, a vítima foi até a mercearia do bairro. Na volta, o adolescente teria passado na companhia de outra pessoa, de bicicleta, e efetuado o primeiro disparo, que atingiu a vítima no abdômen. Ao vê-la ferida, se aproximou e atirou contra a cabeça.  

Amorim chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado ao Hospital da Vida. Ele apresentava perda de massa encefálica, não resistiu e morreu horas depois.  

Leia Também