Quarta, 22 de Novembro de 2017

Economia

Previsão do PIB tem terceira alta consecutiva no Brasil

O mercado financeiro elevou sua estimativa de crescimento de 0,50% para 0,60%

11 SET 2017Por G108h:42

O mercado fincanceiro elevou pela terceira vez suas estimativas para o Produto Interno Bruto (PIB) de 2017: o crescimento previsto passou de 0,50% para 0,60% na semana passada. Para 2018, os economistas das instituições financeiras elevaram a estimativa de expansão da economia de 2% para 2,10%.

As estimativas de crescimento começaram a subir com mais intensidade após a divulgação do resultado do PIB do segundo trimestre deste ano - que avançou 0,2% contra os três primeiros meses deste ano.
O mercado financeiro também baixou sua previsão para a taxa básica de juros da economia, a Selic, de 7,25% para 7% ao ano para o fechamento de 2017. Atualmente, a taxa está em 8,25% ao ano.

Ou seja, os analistas continuaram estimando uma redução dos juros neste ano. Se o patamar previsto de 7% ao ano for atingido no fim de 2017, esse será o menor nível já registrado (até então a menor taxa era de 7,25% ao ano).

Para o fechamento de 2018, a estimativa dos economistas dos bancos para a taxa Selic recuou de 7,5% para 7,25% ao ano. Com isso, eles seguem prevendo que os juros deverão subir um pouco no ano que vem.

Leia Também