Domingo, 04 de Dezembro de 2016

BUSCA DE EMPREGO

Pesquisa lista 10 erros estranhos
cometidos em currículos

19 OUT 2016Por G109h:29

Os candidatos que estão em busca de um emprego sabem que a tarefa pode se tornar muito estressante caso a situação se mantenha por muito tempo. Na maioria das vezes, os profissionais enfrentam uma concorrência muito grande e são pressionados para que o seu currículo se destaque entre tantos outros.

Com essa “missão” de ter um currículo atrativo, muitos candidatos acabam enchendo o currículo com informações desnecessárias, mentindo e até colocando coisas “bizarras” como hobbies ou habilidades.

Segundo uma pesquisa do CareerBuilder, site de carreiras norte-americano, 77% dos gerentes de contratação disseram ter encontrado uma mentira ou informações irrelevantes nos documentos. Entre os recrutadores, 2 em cada 5 (43%) disseram que gastam menos de 1 minuto em cada currículo e cerca 24% gastam menos de 30 segundos.

Os gerentes de contratação listaram alguns erros estranhos cometidos por candidatos.

Veja a lista:

1) Candidato corrigiu o nome de Flin para Flintstone. O nome dele na verdade era Freddie.
2) Candidato disse que teve grande atenção aos detalhes do currículo, mas a palavra “atenção” foi digitada incorretamente.
3) Candidato alegou que trabalhava em uma prisão federal, mas a verificação de antecedentes mostrou que na verdade ele estava preso durante o período informado.
4) Candidato disse que foi um príncipe em outra vida.
5) Candidato listou “fazer longas caminhadas” como uma habilidade.
6) Candidato usou citações de Star Wars no currículo.
7) Candidato disse que iria trabalhar para a empresa que pagasse mais.
8) Candidato escreveu a seguinte frase no fim do currículo: “Eu realmente não preenchi isso, outra pessoa fez para mim”.
9) Candidato usou modelo de currículo com desenhos de gatos no canto.
10) Candidato listou fumar como um hobby.

Questionados sobre como os profissionais podem se destacar de maneira positiva, os gerentes de RH citaram: currículo personalizado para a vaga (63%), conjunto de habilidades listadas no início do currículo (41%), currículo acompanhado de carta de apresentação (40%), currículo dirigido ao gerente de contratação responsável pela vaga em questão (22%) e currículo que inclui link para um blog, portfólio ou site do candidato (16%).

A pesquisa foi feita, entre 11 de maio e 7 de junho, com mais de 2.100 gerentes de contratação e gestores de recursos humanos de empresas de todos os portes nos Estados Unidos.

Leia Também