Sexta, 02 de Dezembro de 2016

Eleito

'Não vamos usar gravatas em São Paulo', diz Doria, na Argentina

15 OUT 2016Por FOLHAPRESS07h:00

Em viagem a Buenos Aires, o prefeito eleito em São Paulo, João Doria (PSDB), disse ter se identificado com a "informalidade" com que Horácio Larreta, prefeito da capital argentina, administra a cidade e decidiu aderir ao modelo.

"Ele é jovem, tem um grau de informalidade que é o mesmo que vamos adotar na Prefeitura de São Paulo", disse Doria nesta sexta (14). "Ele não usa gravata. Nós também não vamos usar gravata

Na Argentina, o presidente Mauricio Macri foi quem inaugurou esse estilo mais informal quando prefeito de Buenos Aires, em 2007. Seu sucessor, Horácio, manteve a mesma linha. Curiosamente, Macri ascendeu ao poder com a mesma narrativa usada na campanha de Doria: se vendia como um empresário bem sucedido, que não era político.

Além da informalidade do vestuário, Doria quer importar algumas políticas adotadas na capital argentina. Ele afirmou que, em fevereiro, o prefeito de Bueno Aires virá a São Paulo e indicará uma equipe argentina para palpitar na implementação de propostas que deram certo naquela cidade.

O intercâmbio de informações se dará prioritariamente em quatro áreas: transporte, zeladoria urbana, qualificação de serviços públicos e economia criativa.

Doria disse ter ficado impressionado com o sistema de metrobus de Buenos Aires, uma espécie de corredor fechado exclusivo para ônibus. "Não chega a ser um VLT. É quase. Faz muito sucesso aqui", avaliou Doria.

Leia Também