Domingo, 04 de Dezembro de 2016

DESAFIO

Menino morre após partida de game
online e amigos assistem pela webcam

17 OUT 2016Por G108h:18

Um garoto de 13 anos morreu menos de 24 horas depois de ser encontrado dentro do quarto do pai enrolado com uma corda no pescoço diante de um computador. A suspeita da família é que o incidente tenha relação com o desafio de um jogo online do qual Gustavo Riveiros Detter brincava com amigos e acabou perdendo.

Após o próprio enforcamento com uma corda que sustentava um saco de boxe no teto, o estudante, que estava em São Vicente, no litoral de São Paulo, chegou a ser socorrido com vida para um hospital da cidade ainda na noite de sábado (15), mas morreu neste domingo (16).

Um tio materno da vítima disse ter colhido informações sobre a morte do garoto e relatou, no boletim de ocorrência, que o sobrinho brincava online com outros três colegas quando aconteceu o enforcamento. A cena teria sido acompanhada em tempo real pelos outros participantes do jogo, já que todos usavam a internet com uma webcam conectada para se comunicar durante as partidas.

De acordo com as conversas obtidas pelo parente em aplicativos de mensagem e no próprio computador usado por Gustavo, essa não seria a primeira vez que o estudante teria participado de um suposto desafio. Um dos jogadores escreveu em uma das conversas que achava que o 'Detter' (sobrenome da vítima) tinha ido se enforcar de novo.

Pela transmissão ao vivo da webcam, os colegas perceberam que a vítima parecia estar "desfalecida" e pediram para que uma prima que estava no quarto ao lado de Gustavo fosse verificar.

Assustada, a garota chamou os tios, que conseguiram reanimar Gustavo. Em seguida, por volta das 22h40, os familiares chamaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) para levá-lo até o Hospital Municipal de São Vicente.

Já na manhã do último domingo, Gustavo foi transferido por volta das 5h30 para o Hospital Ana Costa, em Santos. A morte dele foi confirmada poucas horas depois. Ainda de acordo com o boletim de ocorrência, o tio de Gustavo, que registrou o caso na delegacia, acredita na hipótese de que os demais jogadores tenham induzido o sobrinho ao fato e alerta para o perigo dos jogos online.

O caso foi registrado no 7º DP de Santos, mas será investigado pela Delegacia Sede de São Vicente.

Leia Também