Domingo, 30 de Abril de 2017

Lote

Anvisa proíbe venda de paçocas
devido a item cancerígeno

20 MAR 2017Por VEJA19h:32

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu nesta segunda (20) um lote de paçocas da marca Dicel, sediada em Goiânia (GO). De acordo com a agência, a carga tinha excesso de aflatoxinas, substância produzida por fungos que é considerada tóxica e favorece o desenvolvimento de câncer em teor acima do permitido.

A partir desta data, a venda e distribuição de qualquer item pertencente ao lote 27 da Paçoca Rolha Amendoim Dicel fica proibida em todo o Brasil. Os produtos foram fabricados em 18 de novembro do ano passado e têm exatamente um ano de validade. A empresa informou que ainda não foi notificada sobre a interdição.

Palmito

Também foi vetado o lote 1700 do produto Palmito Picado fabricado pela Mega Sabor, reprovado em três análises de laboratório. Como a empresa não apresentou contraprovas ao teste, a Anvisa determinou que o lote em questão fosse recolhido.

Procurada, a Mega Sabor Alimentos não retornaram o contato até a publicação da reportagem.

Leia Também